Passer, Rene|Passet, René Ilusão Neoliberal, A 8501061077 Editora Record 2002

Passer, Rene|Passet, René	Ilusão Neoliberal, A	8501061077	Editora Record	2002
Digite aqui o seu CEP para calcular o frete:
Passer, Rene|Passet, René Ilusão Neoliberal, A 8501061077 Editora Record 2002   Em A Ilusão Neoliberal, o economista francês René Passet analisa questões centrais de nosso tempo e mostra que é possível a construção de uma sociedade mais justa e igualitária. René Passet pergunta e responde por que é urgente inverter a tendência liberal vigente e recolocar o homem no centro de toda atividade econômica. Segundo Passet, a partir do momento em que a informação assumiu o papel de energia como combustível do desenvolvimento, um novo tipo de economia surgiu, modificando nossas relações com o tempo, com o espaço e com a sociedade. Apesar das mudanças, muita coisa continuou igual. As ditas "novas" idéias e responsabilidades políticas continuaram relacionadas a conceitos antigos, persistindo em crenças de um sistema que se pretende liberal. Em A Ilusão Neoliberal Passet alerta que tanto a direita quanto a esquerda apelam para as mesmas fórmulas. Ambas abrigam receitas de desregulamentação, submissão às leis de mercado e produtividade desenfreada para compor realidades ilusórias com bolsas em alta, crescimento repartido, regressão de desemprego, etc. René Passet mostra como esse falso sistema de desenvolvimento produz efeitos terríveis em uma sociedade - cada vez mais a humanidade está dividida por desigualdades crescentes. Até mesmo a vida se inscreve no campo do mercantilismo, o que o autor chama de marchandization. Um livro essencial para compreender e combater os novos tempos e que demonstra como a ação possibilita a construção de uma outra sociedade. Passet indaga por que nós devemos pensar e agir de outra forma, e analisa em que sentido o computador e a informática constituem uma revolução cultural ainda mais importante que a da máquina a vapor. A Ilusão Neoliberal ilumina questões centrais das transformações do nosso tempo, conectando-as às suas ramificações econômicas, sociais, ambientais e humanas.